Quinta-feira, 15 de Março de 2012

"Mariposa"

 

                                               "M A R I P O S A"

 

 

 

        "Mariposa"

 

 

Uma mariposa

tocou o meu coração

linda e formosa

despertou minha atenção.

 

Era amarela

bonita e airosa

como é bela

a mariposa.

 

Pousou-me na mão

para me visitar

e com prontidão

voltou a voar.

 

Voou para as flores

pousou numa rosa

morro de amores

pela mariposa.

 

Fui atrás dela

piquei-me na mão

choro por ela

caio no chão.

 

Mas que maldade

fico a pensar

deu-me vontade

de a agarrar.

 

Ela é frágil

tem simetria

voa tão ágil

em harmonia.

 

É ser livre

na natureza

feliz vive

com sua beleza.

 

A mariposa

é como a mulher

bela e formosa

imaculado ser.

 

   ArtCar

 

(Poema de minha autoria dedicado às mariposas na natureza).

 

                                                   

 

 

                                      

publicado por Artur Cardoso às 09:36
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 13 de Março de 2012

Hoje, estou triste!

 

 

 

            Hoje, estou triste!

 

 

 

Hoje, o meu coração está triste!

escrevo só para ti, meu amor....

em mim, já nada mais existe!

a não ser mágoa e dor.

 

Sinto nas veias meu sangue fluir

nas mãos, a timidez de escrever!

as poucas forças a diminuir

hoje, morro se não te ver.

 

Morre o encanto da alegria,

vive um peso desconsolado de paixão

é tão triste a noite como o dia!

na carência desolada dum coração.

 

Vejo o tempo ligeiro a passar,

a distância, a afastar a ilusão!

nada mais tenho para te dar,

a não ser, o amor do coração.

 

Hoje, sufoca-me um sentimento!

faltam-me teus beijos e abraços,

não chega o tão esperado momento,

de te apertar em meus braços.

 

     ArtCar

 

(Poema de minha autoria escrito com tristeza para ti).

 

publicado por Artur Cardoso às 20:40
link do post | comentar | favorito
Domingo, 11 de Março de 2012

"Chamaste-me de Poeta"

  Flor de lótus vermelha:

"Simbolo do amor, da pureza do coração! inspiração dos Poetas"

 

 

 

  "Chamaste-me de Poeta"

 

 

Chamaste-me de Poeta

confesso não saber versejar

escrevo para me divertir,

uma coisa e bem certa

só preciso de pensar

para me poder exprimir.

 

........................................

 

Escrever está no meu ser

penso nas palavras a brincar

que me saem do coração,

escrevo com muito prazer

conjugo-as para rimar

e sai poema de antemão.

 

........................................

 

Um Poeta é um visionário

não precisa de ser letrado

pensa nas palavras com calma,

não consulta o dicionário

não tem que ser doutorado

e escreve o que lhe vai na alma.

 

      ArtCar

 

(Poema de minha autoria dedicado a todos os Poetas/Poetisas que pronunciam, leiam ou escrevam poesia).

publicado por Artur Cardoso às 16:14
link do post | comentar | favorito
Sábado, 10 de Março de 2012

"Afecto ou Emoção"

 

 

 

 

     "Afecto ou Emoção"

 

 

Sinto por ti grande afecto

que tu chamas de emoção

o meu coração está inquieto

por não saber qual a razão.

 

Se o afecto é amor!

é o que sinto por ti....

será lamento ou dor

ou emoção dentro de mim.

 

Estou confuso, não sei!

se é afecto ou emoção....

não amo! e nunca amei

sem ser com o coração.

 

É verdade o que eu digo!

estou certo; como é evidente,

é a doutrina que eu sigo

tenho coração! e não mente.

 

Acaricia-te a luz da lua

na noite! em teu redor,

como o sol beija a lua nua

também eu! te beijo por amor.

 

       ArtCar

 

(Poema de minha autoria escrito só para ti. Dedico-o com muito afecto e emoção ao "Amor").

publicado por Artur Cardoso às 17:37
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 8 de Março de 2012

"Porquê Mulher?"

 

                       (Uma flor especial para todas as mulheres do mundo)

                               - 8 de Março, dia internacional da Mulher -

 

 

 

    "Porquê Mulher"

 

 

Pela razão de amar,

fazer acontecer, suceder!

por ser flor frágil,

ter tudo para dar

a seiva do seu ser

que lhe corre ágil.

 

É o pão da vida

o prazer do homem

ternura e desejos,

é essência acrescida

frutos que se não comem

dá-se-lhes beijos.

 

É, um mar de partilhas!

com quem ama

na troca de sentimentos,

é um jardim de maravilhas

o limiar duma chama

que arde em certos momentos.

 

É aconchego do coração

cristalina água pura

segredo duma boca calada,

é amor, dor e perdão!

forte fogo que dura

até à última morada.

 

Porquê Mulher?

concebida da luz

fruto do Criador,

porque Deus quer!

é, ser que seduz

por dar amor.

 

     ArtCar

 

(Poema de minha autoria que dedico a todas as mulheres do mundo com muito amor e carinho).

        

publicado por Artur Cardoso às 05:44
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 7 de Março de 2012

"ELA"

                                          (ELA - Flor singela e frágil)

 

 

 

                    "ELA"

 

 

Corre fresca uma aragem agradável

Ela chega por volta das sete

brilha uma luz de sol jubiloso,

no seu ar uma meiguice afável

trás um sorriso que promete

um dia alegre e venturoso.

 

Ela é a deusa do afecto

alma gémea dum louco amor

a caminhada duma peregrinação,

inspiradora musa dum pobre irrequieto

que é mágoa, é fogo, é dor

de quem a ama com o coração.

 

Ela tem consigo a magia

ar jovial e traiçoeiro

que a todas provoca inveja,

fala meigo, mas com ironia

tem no olhar um jeito feiticeiro

e doçura nos lábios cor de cereja.

 

Carrega consigo a sua cruz

das tormentas do seu pesadelo

e a fragilidade duma flor singela,

nem tudo o que é ouro luz

mas tem o que há de mais belo

é Ela ser.... Mesmo Ela.

 

        ArtCar

 

(Poema de minha autoria para "ELA").

publicado por Artur Cardoso às 16:49
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 1 de Março de 2012

"Rouxinol"

                                                       (Rouxinol)

A Primavera está a chegar! a natureza já vem anunciando a sua transformação. 

A subida das temperaturas, a rebentação das árvores, o despontar das flores, as andorinhas a regressarem e como não pode deixar de ser "O rouxinol! que tão bem canta".

 

 

 

            "Rouxinol"

 

 

A primavera está a chegar

anuncia o rouxinol sonoroso

ao nascer da madrugada,

lá no arvoredo a cantar

entoa um canto melodioso

que dedica à sua amada.

 

Passarinho lindo e pequenino

tão bem sabe a lição de cor

do chamamento à companheira,

procura incessante o seu destino

cantando versos de amor

para que venha à sua beira.

 

E lá vem ela cheia de ligeireza

a bater as asas e cauda aprumada

pousa num ramo à sua frente,

aceita ser a sua princesa

e ao seu deslumbre fica encantada

com sua plumagem atraente.

 

Então iniciam os preparativos

e começa a dança nupcial

porém eu fico admirado,

com tais encantos atractivos

é tão lindo o enlace matrimonial

dum venturoso rouxinol apaixonado.

 

    ArtCar

 

(Poema de minha autoria dedicado ao canto melodioso do rouxinol).

publicado por Artur Cardoso às 19:33
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Nesta Noite de Luar!

. Um corre-corre!

. Como os poetas que cantam...

. Misterioso Tocante!

. Recordando... Inocentes s...

. Do meu jardim!

. Gosto do teu sorriso!

. Algo me dizia!

. Cada vez que olho a lua!

. A Poesia e a Alma do Poet...

.arquivos

. Agosto 2019

. Março 2019

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Agosto 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Fevereiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

blogs SAPO

.subscrever feeds

Em destaque no SAPO Blogs
pub