Sábado, 30 de Junho de 2012

"Na tua rua, por causa da lua"

 

 

 

 

 "Na tua rua, por causa da lua"

 

 

Foi à noite, à luz da lua!

noite clara e fria

quando te conheci,

ficamos prostrados na rua

à tua frente eu tremia

de amor e paixão por ti.

 

A lua, que seguia a sua via!

iluminou o caminho

em todo o nosso redor,

ela, com a sua simpatia!

com vergonha e desalinho

uniu o nosso amor.

 

Peço à lua e ao luar

para escurecer a tua rua

e ela, riu com ironia....

Ó lua, vai-te deitar!

por vontade sua

escureceu por magia.

 

Abraçamo-nos na escuridão

demos o primeiro beijo

a primeira vez na tua rua,

ardemos de paixão

caímos no desejo

à noite, por causa da lua.

 

   ArtCar

 

(Poema de minha autoria, mais uma vez em prol do amor. "Amor", que dedico com todo o meu carinho a todos quantos o desejarem).

publicado por Artur Cardoso às 07:00
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 28 de Junho de 2012

"O senhor Pascoal"

(O senhor Pascoal é um velhinho frenético que anda sempre fresco como uma alface)

 

 

 

     "O senhor Pascoal"

 

 

O senhor Pascoal

é um velhinho muito idoso

digno e notável,

é activo e liberal

para todos é bondoso

simpático e afável.

 

Apesar da sua idade

sente-se muito capaz

faz questão de ser útil,

é exemplo para a sociedade

vigoroso velhinho vivaz

recusa-se a ser inútil.

 

Ainda quer acreditar

no mundo em seus braços

com coragem desmedida,

é só nele reparar

nos seus desembaraços

belo exemplo de vida.

 

Viçoso como um lírio

fresco como uma alface

velhinho encantador,

não sabe o que é delírio

nota-se em sua face

faz tudo por amor.

 

        ArtCar

 

(Poema de minha autoria, escrito a pensar nos velhinhos que se sentem ainda úteis e prestáveis à sociedade tal como exemplo; o senhor Pascoal).

publicado por Artur Cardoso às 19:00
link do post | comentar | favorito
Sábado, 23 de Junho de 2012

"S. João no Porto"

                               

 

 

 

       "S. João no Porto"

 

 

Logo à noite anda tudo torto

depois da pinga e das sardinhas

no S. João do Porto

viva o Porto, a cidade e as Fontainhas.

 

Caldo verde, broa e sardinha

vou gozar até me fartar

porque a noite é rainha

é só comer, beber e brincar.

 

Cuidado com o alho porro

antes quero martelar

tanto ando como corro

que até ando no ar.

 

Sardinha assada na brasa

caldo verde a fumegar

com um grãozinho na asa

vou-me fartar de andar.

 

Na noitada de S. João

ninguém pode levar a mal

martelada de mão em mão

até à hora matinal.

 

          ArtCar

 

 

(Dedico a todos, estes versos alusivos ao S. João e que toda a gente se divirta à grande, com ou sem sardinhas, embora eu considere que o S. João sem sardinhas não é S. João).

publicado por Artur Cardoso às 10:23
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 21 de Junho de 2012

"Travessia de barco do Porto para V.N. Gaia e de V.N. Gaia para o Porto"

Estão a chegar as festas de S. João e S. Pedro; vem aí o festival das marés vivas.

Para sua própria comodidade e facilidade, existe uma passagem de barco "Flor do Gás" em Lordelo do Ouro-Porto para a Afurada-Vila Nova de Gaia e vice-versa.

Escusa de se fazer transportar de carro no meio de tanta confusão e o pior é o estacionamento.

Por uma simbólica quantia, recomendo vivamente a travessia de barco.

No S. João - a noitada de 23 para 24

No S. Pedro d'Afurada - de 28 para 29 e 30

Nas Marés Vivas - de 18 a 21

 

 

 

Desfrute do bem que a vida lhe proporciona e divirta-se comodamente.

 

 

          ArtCar

publicado por Artur Cardoso às 15:18
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Quarta-feira, 20 de Junho de 2012

"Haja respeito pelos rios e pelo mar"

Isto é inconcebível em pleno século XXI.

Há tanta informação nas comunicações sociais e cada vez há mais poluição; nos rios, nos mares, na natureza....Vamos todos dar um pouco de nós próprios e sensibilizar aqueles que têm menos informação ou menos educação.

 

 

 

São belos da natureza,

rios e mar!

mal tratados com demência,

mas, têm tanta beleza!..

e há quem os não saiba usar

com respeito e decência.

 

.......................................

 

Em pleno século vinte e um

sem razão para tal

devido a tanta informação,

nem por motivo nenhum,

se deve tratar mal!..

nem com, ou sem razão.

 

.......................................

 

É triste a conspurcação,

é feio poluir rios e mar!

com imundice que extravasa....

Só gente sem educação

consegue emporcalhar

pelo hábito de sua casa.

 

       ArtCar

 

(Poema de minha autoria).

publicado por Artur Cardoso às 19:51
link do post | comentar | favorito

"Velho Galo Folgazão"

 

 

 

   "Velho Galo Folgazão"

 

 

 

Cantarola uma cantiga

o velho galo folgazão

e cacareja a franguinha

uma outra versão.

 

Pede o galo que o siga

para uma dança de salão

e logo pronta a franguinha

abre o baile com o varão.

 

O folgazão coça a orelha

segura com ternura na asa

sussurra baixinho a brincar,

inquieto olha de esguelha

fica todo em brasa

por com a franga dançar.

 

Ora então! o rei do poleiro

para a sessão começar

aperta a franguinha arisca,

fica alvoroçado o capoeiro

começam todos a olhar

com certo ar intriguista.

 

As restantes frangas e galinhas

também com ele querem dançar

uma valsa de salão,

ficam todas danadinhas

por com elas não bailar

o velho galo folgazão.

 

       ArtCar

 

Poema de minha autoria escrito no sentido figurado.

Dedico-o carinhosamente à natureza dos velhos folgazões e ao amor! amor livre e espontâneo....

publicado por Artur Cardoso às 11:16
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 18 de Junho de 2012

"O Carrasco"

 

 

 

           "O Carrasco"

 

 

 

 

É chavasco o velho carrasco

tratam-no com desdém

e é montanhês,

sobe ao mais elevado penhasco

para ver se avista alguém

no povoado montês.

 

Intratável e feio de morrer

bicho do monte assustador

olhos de porco cara de macho,

mata sem temer

ofende sem pudor

e anda sempre borracho.

 

Abre os braços, grita ao vento

fala de coisas diabólicas

ecoam no infinito,

homem chavasco e nojento

de maneiras diabólicas

velho imundo maldito.

 

Tem ar endiabrado

coração empedernido

o velho montanhês chavasco,

malvado e excomungado

estúpido embrutecido

é tarado o velho carrasco.

 

Até dizem que tem

poderes de bruxaria

come pessoas de churrasco,

dentro do seu armazém

cheira a podre que agonia 

o velho bruto carrasco.

 

        ArtCar

 

Poema de minha autoria.

Volvidos muitos anos ouvi esta horrorosa história de um psicopata tarado e assassino que vivia solitário no sopé de uma montanha perto duma pequena aldeia remota.

Criatura intratável que metia medo a toda a gente, contavam muitas outras histórias macabras a seu respeito!

publicado por Artur Cardoso às 20:53
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Nesta Noite de Luar!

. Um corre-corre!

. Como os poetas que cantam...

. Misterioso Tocante!

. Recordando... Inocentes s...

. Do meu jardim!

. Gosto do teu sorriso!

. Algo me dizia!

. Cada vez que olho a lua!

. A Poesia e a Alma do Poet...

.arquivos

. Agosto 2019

. Março 2019

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Agosto 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Fevereiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

blogs SAPO

.subscrever feeds

Em destaque no SAPO Blogs
pub