Domingo, 5 de Maio de 2013

"Minha Mãe é Eterna"

 

 

 

 

  “Minha Mãe é Eterna”

 

 

 

Porque partiste minha mãe

o tempo passa e eu aqui estou

neste sofrimento profundo,

reza por mim no além

onde a tua vida começou

em outro sítio do mundo.

 

 

Desespero de tanto te esperar

magoado de profundo desgosto

por nada ter feito por ti,

por cá, só contigo podia contar!

sempre que beijava o teu rosto

e tu me acarinhavas a mim.

 

 

Hoje o teu nome ecoou

lembro-me veemente de ti

estás na minha existência,

partiu quem cedo me deixou

eterna viverás sempre assim

afável e com permanência.

 

 

Sei que estás no além

na vida da eternidade

és meu espírito de homilia,

espera por mim minha mãe

na luz da perpetuidade

onde o meu amor te vigia.

 

 

Já estou deveras cansado

de viver sozinho sem ti

sem a tua ternura materna,

quando partir para o teu lado

irei beijar-te por fim

minha querida mãe eterna.

 

     ArtCar

 

(Poema de minha autoria que dedico com muito amor e carinho à minha mãe que já partiu. Dedico-o também com o mesmo amor e carinho a todas as mães do mundo! àquelas que já partiram e às que vivem entre nós.

Feliz dia da Mãe....). 

publicado por Artur Cardoso às 01:37
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 1 de Maio de 2013

"Branco linho"

A minha singela homenagem a quem trabalha:

Dia 1 de Maio, dia do trabalhador!

 

 

 

 

        “Branco linho”

 

 

 

É tão branco o branco linho

de alvura e de branco o teci

na pureza do linho fino,

tão suave e mansinho

o mais branco que já vi

tem o condão do seu destino.

 

 

Branco é o linho branco

tão branco como a alvura

assim é o seu condão,

branco, singelo e franco

nunca perde a brancura

no cândido do seu coração.

 

 

Sendo tu como o branco linho

tens candura no teu coração

também Cândida é a tecedeira,

tece com amor e de mansinho

o branco linho tecido à mão

tece-o com amor à sua maneira.

 

 

A tecer o linho puro e branco

no branquear de sua cor

engenhoso tear de madeira,

trabalha docemente de flanco

acaricia-o com tanto amor

o branco linho da tecedeira.

 

 

Que branco seja o linho

tal linho que tanto almejo

como a brancura da neve,

tecido à mão devagarinho

a branquidão que nele vejo

é alvura fresca e leve.

 

 

Linho criado na terra

semeado no mês de maio

tratado e cuidado com amor,

quando o seu ciclo encerra

fica a modo e ao critério

nas mãos do trabalhador.

 

 ArtCar

 

(Poema de minha autoria dedicado com muito amor ao dia do trabalhador).

 

publicado por Artur Cardoso às 17:04
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Nesta Noite de Luar!

. Um corre-corre!

. Como os poetas que cantam...

. Misterioso Tocante!

. Recordando... Inocentes s...

. Do meu jardim!

. Gosto do teu sorriso!

. Algo me dizia!

. Cada vez que olho a lua!

. A Poesia e a Alma do Poet...

.arquivos

. Agosto 2019

. Março 2019

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Agosto 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Fevereiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

blogs SAPO

.subscrever feeds

Em destaque no SAPO Blogs
pub