Sexta-feira, 5 de Setembro de 2014

O seu olhar de gata!

 

 

 

 

   O seu olhar de gata!

 

 

 

O seu olhar da cor da prata

deslumbra o meu olhar

atraente como o de gata

límpido como o luar.

 

 

O meu respirar fica ofegante

quando por ela ao passar

o seu olhar atraente

faz o meu coração palpitar.

 

 

Sinto um nó na garganta

sempre que lhe quero falar

o seu olhar tanto me encanta

que para ela só fico a olhar.

 

 

Não sei que deva fazer

quando por ela passar

não sei que lhe dizer

ao ficar preso no seu olhar.

 

   ArtCar

 

(Poema de minha autoria dedicado aos olhares de "Gata").

 

publicado por Artur Cardoso às 22:54
link do post | comentar | favorito

Seus olhos fazem-se mar!

 

 

 

 

 Seus olhos fazem-se mar!

 

 

 

É a mais bonita da rua

anda sempre triste coitada

é ingénua como a lua

por todos é respeitada.

 

 

Embora a mais bonita

chora triste ao amanhecer

por ser singela e desdita

chora por tanto sofrer.

 

 

Os rapazes da sua rua

por todos é cobiçada

de nenhum ela é sua

por tantos venerada.

 

 

Diz-lhe o seu coração

que não é capaz de amar

pensa ser uma excepção

seus olhos fazem-se mar.

 

     ArtCar

 

(Poema de minha autoria dedicado à beleza da "Mulher"). 

publicado por Artur Cardoso às 22:47
link do post | comentar | favorito

Quando eu era criança!

 

 

 

 

      Quando eu era criança….

 

 

 

Tenho presente na minha lembrança

o tocar do sino melodioso e entoado

na torre da igreja do campanário,

ainda era uma criança

tempo de outrora abençoado

de Freixo, terra donde sou originário.

 

 

As tardes caiam silenciosas

no largo térreo da minha rua

onde brincava alegremente,

voavam andorinhas misteriosas

lá longe já nascia a lua

ia para casa imediatamente.

 

 

Tempo austero de antigamente

de dificuldades mas de respeito

com humildade e sem alarde,

era meu costume solenemente

obedecer ao que estava sujeito

quando tocava a Santíssima Trindade.

 

 

Os serões eram em família e curtos

não havia discotecas nem televisão

o lar era o meu espaço,

obedecer eram os meus estatutos

sempre com amor no coração

ao pé da minha mãe, de roda do seu regaço.

 

     ArtCar

 

(Poema de minha autoria dedicado à minha infância).

 

publicado por Artur Cardoso às 22:37
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Nesta Noite de Luar!

. Um corre-corre!

. Como os poetas que cantam...

. Misterioso Tocante!

. Recordando... Inocentes s...

. Do meu jardim!

. Gosto do teu sorriso!

. Algo me dizia!

. Cada vez que olho a lua!

. A Poesia e a Alma do Poet...

.arquivos

. Agosto 2019

. Março 2019

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Agosto 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Fevereiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

blogs SAPO

.subscrever feeds

Em destaque no SAPO Blogs
pub