Quarta-feira, 17 de Agosto de 2011

"Meu poiso de eleição"

 

Cais das Palmeiras: este recanto paradisíaco entre a barra do rio Douro e o (ISN) Instituto de Socorros a Náufragos, em outros tempos foi o meu pesqueiro favorito. Continua a ser frequentado pelos amantes da pesca desportiva pelo simples facto de ser cómodo e aprazível.

 

 

      "Meu poiso de eleição"

 

 

Palmeiras grande pesqueiro

à trinta anos ou mais

meu poiso de eleição,

antes de ser marinheiro

meu querido e velho cais

ainda te tenho no coração.

 

Fiz convívio e amizade

nesse cantinho da natureza

que ainda hoje preservo,

os anos passam com a idade

passa a frescura e a beleza

fica o espírito que conservo.

 

Pesca e convívio é salutar

desde o entardecer

ao nascer da lua,

quantos gracejos a brincar

com nostalgia a reviver

porque a vida continua.

 

Tenho saudades é certo

outros sítios procurei

em busca de novo desafio,

estou de ti sempre perto

meu cais aonde pesquei

longos anos a fio.

 

   ArtCar

 

(Poema de minha autoria dedicado a todos os pescadores desportivos).

 

publicado por Artur Cardoso às 22:01
link do post | comentar | favorito
2 comentários:
De Agostinho Azevedo a 25 de Agosto de 2011 às 15:59
As palmeiras meu amigo foi sem duvida um sitio de eleição, tanto para o convívio de amigos como para as grandes pescarias. Com este tema as saudades e as recordações vieram ao de cima. Seria preciso muito tempo para descrever todos os bons momentos passados juntos neste mesmo sitio. Contudo quero só sublinhar duas coisas, que foram sem duvida as boas pescarias, e as amizades que se fizeram. Todas as noites tinha-mos que passar pelas palmeiras, com ou sem chuva nós lá estava-mos. É sem duvida um poiso de eleição, muito bem visto meu amigo. Um grande abraço Agostinho Azevedo.
De Artur Cardoso a 25 de Agosto de 2011 às 17:40
Mais frases, mais palavras, mais adjectivos para quê.... o meu amigo disse tudo. Sempre que leio o meu próprio poema (pensamento), entro em nostalgia.
De momento lembro-me sim de uma só palavra; "obrigado".

Um abraço amigo
Artur

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Nesta Noite de Luar!

. Um corre-corre!

. Como os poetas que cantam...

. Misterioso Tocante!

. Recordando... Inocentes s...

. Do meu jardim!

. Gosto do teu sorriso!

. Algo me dizia!

. Cada vez que olho a lua!

. A Poesia e a Alma do Poet...

.arquivos

. Agosto 2019

. Março 2019

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Agosto 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Fevereiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

blogs SAPO

.subscrever feeds

Em destaque no SAPO Blogs
pub